Emotion animado

A Festa da Aviação de Caça fica AZUL.

Considerado um dos mais tradicionais eventos da Força Aérea Brasileira (FAB), a (RAC – 2011) Reunião da Aviação de Caça foi comemorada na Base Aérea de Santa Cruz, Rio de Janeiro com uma grande surpresa, uma homenagem das mais belas vistas até hoje.

Em primeira mão, o EMB-195 prefixo (PR-AYS) da AZUL Linhas Aéreas com o emblema do 1º Grupo de Aviação de Caça da Força Aérea Brasileira. Com o “Céu de Brigadeiro” literalmente Azul. O avião foi apresentado nesta sexta-feira (22/04/2011), na cerimônia do Dia de Aviação de Caça. Depois de um vôo escoltado por duas ( F-5EM) do 1° Grupo de Caça, a aeronave foi batizada de JAMBOCK AZUL, na presença de Veteranos e Militares e convidados, o Plano Brasil estava presente, notamos os cortes da Defesa e a falta dos Caça Mirage F-2000 do 1° GDA da Força Aérea Brasileira,

”SENTA A PÚA BRASI”! VOAR, COMBATER E VENCER!!!

Mais sobre o código JAMBOCK

A palavra teve origem na Indonésia. Havia uma vara de madeira para castigar escravos, chamada por eles de Sambok. Posteriormente, a palavra e o instrumento de tortura emigraram para a Malásia. Quando os escravos malaios foram levados pelos ingleses para a África do Sul, introduziram o Sambok na língua afrikaan, em 1804, com a mesma grafia. Os sul-africanos brancos passaram a adotá-la em seu vocabulário escrevendo-a de modo diferente: Sjambok

Na África do Sul o Sjambok de madeira foi substituído por um chicote feito com couro de rinoceronte ou hipopótamo velho, utilizado como instrumento de tortura contra escravos.

Hoje, alguns fazendeiros conservadores ainda usam o Sjambok para castigar os filhos e os empregados que cometem pequenas faltas. A palavra é encontrada no pequeno Dicionário Oxford (inglês-afrikaan), edição atual, escrita em 1804: Sjambok

Em outubro de 1944, o 1o Grupo de Caça recebeu na Itália a palavra Jambock como código de identificação, com grafia diferente. Caiu o “S” inicial de Sjambok, sendo americanizada com um “C” antes do “K”.

Por uma ironia dos fatos, o chicote utilizado pelos brancos contra os escravos africanos, indonésios e malaios passou a ser usado contra os “arianos puros” de Adolf Hitler, manejados por brasileiros livres que foram à Itália defender a liberdade e a democracia.

Hoje os jovens Jambocks de Santa Cruz, voando os velozes F-5 nos céus do Brasil, tal quais os Veteranos nos Thunderbolts nos da Itália, se identificam no ar, usando orgulhosamente o mesmo código, tradição legada pela unidade guerreira que tanto se destacou no Vale do Pó.

Fonte: ABRA-PC


Agradecimentos:

Brigadeiro Bhering – Diretor do MUSAL

Tenente-Coronel Fazio – Comandante do 1° GaVca

Tenente-Coronel Sérgio Bastos – BASC

Comandante Miguel Dau – Azul Linhas Aéreas Brasileiras

Repórter e Fotógrafo Plano Brasil- Ricardo Pereira e Bruno Jordão

Notícia publicada em 01/06/2011

Voltar

Veja Mais

Parceiros
360 Graus - Aventuras e esportes sempre ao seu redor

Aventuras e esportes sempre
ao seu redor

Instituto Monitor - Conhecimento ao seu alcance

Conhecimento ao seu alcance

Oportunidades

Livro Missão Cumprida - Conheça todos os detalhes de um voo espacial!
Conheça todos os detalhes de um
voo espacial!

Fale Conosco
Para reservas e informações sobre algum dos nossos pacotes turísticos, por favor, entre em contato das seguintes formas: Fale conosco! Sua opinião é muito importante Quero Informações Mande-nos um e-mail
  • Siga-nos
  • Curta-nos no Facebook
  • Siga-nos no Twitter
  • Veja-nos no Linkedin
  • Entre em nossa comunidade no Orkut
COPYRIGHT 2012
Agência Marcos Pontes